A ESPPE promoveu, nesta terça-feira (16.04), no auditório da escola, uma reunião com representantes das I, II, III e XII Regionais de Saúde para discutir sobre o Curso de Aperfeiçoamento em Ações Estratégicas dos Programas PACID/PAS. Foram abordados os seguintes temas: cronograma do curso, locais nas regionais para a realização dos encontros presenciais, apoio na inscrição dos discentes, dentre outros assuntos.







A ESPPE promoveu, nesta terça-feira (16.04), mais um alinhamento pedagógico para duas docentes que irão ministrar aulas no Curso Técnico em Vigilância em Saúde, nas turmas Arcoverde e Petrolina.

A docente Eliane Paes irá ministrar a disciplina Vigilância de Serviços para Saúde II (turma Arcoverde) e a docente Alba Lyenne Siqueira, Vigilância de Produtos para a Saúde I (turma Petrolina).







A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulga, nesta quarta-feira (17/04), resultado preliminar do credenciamento de instrutores para o Curso Técnico em Vigilância em Saúde que está realizado pela Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE). 

Os candidatos poderão interpor recurso contra o resultado preliminar no período de 18 a 20/04 de 2019, acessando o formulário eletrônico, disponível no site http://ead.saude.pe.gov.br


A coordenadora do Curso Técnico em Vigilância em Saúde (CTVS), Alba Almeida, a supervisora de ensino do CTVS, Emília Menezes, e a secretária escolar da ESPPE , Zenóbia Lima, estiveram, nos dias 11 e 12 de abril, em Salgueiro e Arvocerde para participar de uma reunião com os alunos das turmas do CTVS que estão em andamento nos respectivos municípios. 

A reunião com ambas as turma trataram das próximas atividades previstas: as disciplinas que estão para iniciar, os estágios supervisionados, as mudanças no acompanhamento do rendimento dos alunos e a formatura. 

Os dois encontros foram bastante proveitosos. Tanto os alunos quanto a equipe técnica da ESPPE tiveram a oportunidade para trocar experiências, relatar desafios, conquistas e expectativas.




Residentes do Programa de Residência de Enfermagem Obstétrica da ESPPE participaram do I Simpósio Internacional de Assistência ao Parto (SIAPARTO) realizado no Recife, no período de 12 a 14 de abril. 

O I SIAPARTO Nordeste, sediado no Recife (PE), foi dedicado aos profissionais da saúde interessados em transformar a assistência brasileira ao parto a partir de ensaios clínicos e estudos atuais, referendados por pesquisadores nacionais e internacionais. A edição Nordeste foi pensada para ser um evento completo, abarrotado de temas desde os mais técnicos até que abordam perspectivas psíquica, afetiva e social. Um país continental. De prognóstico ignorado. Nascer livre. De intervenções desnecessárias. Devolver à mulher o mapa do próprio corpo e ao profissional da área da saúde a ciência.

ESPPE REALIZA DEFESAS DE TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE RESIDÊNCIA DO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA DE ENFERMAGEM OBSTÉTRICA
A residente Suellia Magda Rodrigues da Silva Cabral apresentou o TCR, intitulado “Intervenções Obstétricas em Trabalho de Parto a Parto: o Cenário Vivenciado em uma Maternidade de Referência”, nesta segunda (15.04), em Arcoverde, no Hospital Regional Ruy de Barros Correia. A defesa do TCR da residente contou com a participação da diretora do hospital, Ana Kelly Mara Araújo, que fez questão de participar da apresentação. 

E no último dia 08 de abril, quem também realizou a defesa do TCR, intitulado “Atenção ao Processo de Abortamento: Avaliação de Usuários Quanto à Qualidade da Assistência em um Hospital Público”, foi a residente Madalena Lopes de Moraes Torres, na Sede da Funasa, em Garanhuns.





SES divulga resultado preliminar do Edital de Credenciamento de Tutores para o Curso EpiSUS fundamental Nº 02/2019


A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulga, nesta sexta-feira (12/04), resultado preliminar do credenciamento de tutores para o Curso EpiSUS fundamental que será realizado pela Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE). 

Os candidatos poderão interpor recurso contra o resultado preliminar no período de 13 a 15/04 de 2019, acessando o formulário eletrônico, disponível no site http://ead.saude.pe.gov.br

É com grande satisfação que apresentamos o livro (versão digital): Experiências em Educação Permanente em Saúde no Estado de Pernambuco: formação que se constrói em rede. 

Nessa obra, organizada pela Diretoria Geral de Educação na Saúde da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco, ao compartilhar os caminhos da Educação Permanente em Saúde no estado, pretendemos visibilizar as práticas produzidas nos últimos anos e inspirar novas experimentações. Os autores são protagonistas de experiências no campo da Educação Permanente em Saúde no estado de Pernambuco. 

E é nessa perspectiva que defendemos uma Política de Educação Permanente em Saúde que resgate, de cada experiência vivida, caminhos e estratégias para defesa da democracia, da saúde como direito, da transformação dos serviços, da autonomia e criatividade do trabalhador no cotidiano do trabalho em saúde.

Para nós, a sistematização desse livro foi importante exercício de retomada dos movimentos que nos antecederam, de resistir às ameaças e retrocessos impostos ao Sistema Único de Saúde, e afirmar a educação permanente em saúde como uma estratégia para a garantia da saúde como um direito.

Grata à minha parceira Dara Andrade e à Escola de Saúde Pública de Pernambuco (Celia Maria). Carlos Nobre, apoiador do projeto. E aos queridos Domício Aurélio Sá pelo Cordel e toda história que está por trás dele e Itamar Lages, pela orelha inspiradora!

Juliana Siqueira e Dara Andrade (Organizadoras)

Link do livro -> http://ead.saude.pe.gov.br/mod/resource/view.php?id=5269




Em tempos de incertezas e de ameaças à democracia, vimos reafirmar nossa resistência por meio do livro: A Educação como Elemento Transformador do Trabalho em Saúde: Formação em Saúde Pública no SUS em Pernambuco. 

Esta obra é um dos resultados da experiência da Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE), entre 2016 e 2017, na construção e realização do Curso de Especialização em Saúde Pública, um dos componentes do projeto “Acreditação Pedagógica dos Cursos lato sensu em Saúde Pública e a Formação em Saúde Pública: uma possibilidade de caminhos convergentes”, coordenado pela Rede Brasileira de Escolas de Saúde Pública (REDESCOLA).

O livro está estruturado em duas seções: “A Educação como Elemento Transformador do Trabalho em Saúde” e “Desafios Cotidianos da Gestão do SUS”, com um total de 45 capítulos que agregou a dedicação de 63 autores e atores que constroem diariamente o Sistema Único de Saúde em diversos municípios e na gestão estadual da saúde em Pernambuco. 

A organização foi compartilhada por Bruno Costa de Macedo, Domitila Almeida de Andrade e Emmanuelly Correia de Lemos, e para nós este livro representa a riqueza das miudezas, da sensibilidade e atenção para identificar problemas não tão óbvios e propor soluções tão despretensiosas quanto revolucionárias, tão simples quanto a complexidade de se “fazer cuidado”.

Esperamos que os esforços de todas e todos os envolvidos, cumpram o papel de reafirmar nossa resistência e compromisso com o direito à saúde pública e de qualidade, a cidadania e o estado democrático de direito.