A diretora-geral da ESPPE, Célia Borges, e os demais representantes da Rede de Escolas Técnicas do SUS (RET-SUS) das cinco regiões do país se reuniram, nesta sexta-feira (15.02), por meio de uma videoconferência, com a coordenadora-geral de Ações Técnicas em Educação na Saúde (CGATES), Vanessa Murta, para discutir quais as metodologias e as ações para a reunião presencial da RET-SUS, que irá ocorrer em maio, e terá como propósito a construção de um planejamento de dois anos para a rede. Pretende-se socializar as atuais ofertas de processos formativos direcionados à RET-SUS. 

Este foi o segundo encontro, por meio de videoconferência, com os representantes, titular e suplente, das cinco regiões do país. O titular da região nordeste é o diretor do Centro de Formação da Paraíba (Cefor-PB), Fernando Lopes, e a suplente é a diretora-geral da ESPPE.


Os alunos do Curso Técnico em Hemoterapia, promovido pela ESPPE, retomaram as aulas, depois do período de férias, nesta quinta-feira (14.02), em Petrolina. 

As aulas presenciais ocorrem nas quintas e sextas-feiras, divididas em atividades teóricas, na Policlínica da Univasf, e atividades práticas, no Hemocentro de Petrolina, no Hospital Universitário da Univasf e no Hospital Dom Malan. Ainda contam com o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), realizando atividades e participando de fóruns de discussão.

A turma, composta por 27 alunos, iniciou as aulas das disciplinas “Controle de Qualidade”, com a docente Sheyla Lucena, da Fundação Hemope Recife, e “Assistência aos Portadores de Ciagulopatias e Hemoglobinopatias”, com a docente Djenane Cristovam, do Hospital Universitário. 



CTH/ESPPE:

Coordenador Técnico: Mário Correia

Supervisora de Ensino: Marcella Monteiro

Parcerias com a ESPPE: VIII GERES, Hemope/Hemocentro, HU/Univasf e HDM.

Unidades de Saúde beneficiadas: Hemocentro, HU, HDM, Hemoba/BA e Hospital de Cabrobó/PE












A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou, nesta sexta-feira (15/02), o resultado dos recursos interpostos ao resultado preliminar e o resultado definitivo do Credenciamento de Instrutores para o Curso Técnico em Hemoterapia da Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE) que está sendo realizado na VIII Regional de Saúde do Estado.

Acesse: ead.saude.pe.gov.br



A diretora-geral da ESPPE, Célia Borges, participou, nos dias 12 e 13 de fevereiro, em Brasília, da 1ª Reunião do Grupo de Condução da RedEscola e da 1ª Reunião do Projeto “A Nova Formação em Saúde Pública na Rede Brasileira de Escolas de Saúde Pública: uma abordagem interprofissional”. O projeto prevê a formação de 650 novos sanitaristas nos 26 Estados da Federação.

Os dirigentes das instituições formadoras discutiram a governança do projeto, o cronograma de execução e as propostas de planos de trabalho.

A ESPPE também foi contemplada na primeira oferta do projeto, no período entre 2016 e 2018, formando 67 especialistas em Saúde Públicas nas regiões do Agreste e Sertão do estado de Pernambuco. 










A ESPPE realizou, no dia 24 de janeiro de 2019, o seu primeiro “Encontro de Aprendizagem” liderado pelas equipes da Coordenação de Educação Permanente e Coordenação de Ações Educacionais em conjunto com as Residentes em Saúde Coletiva da SESAU e UPE que estão vivenciando seu estágio em Serviço na instituição.

O Encontro é uma das estratégias do Plano de Estágio em Serviço da ESPPE e foi criado coletivamente entre a equipe da ESPPE e os Residentes. 

O Encontro de Aprendizagem da ESPPE tem como objetivo o debate teórico-prático de temas/pautas transversais relacionados à atuação no SUS, partindo da perspectiva do trabalho como ato pedagógico a serviço da emancipação das pessoas envolvidas no mesmo. 

O tema do primeiro Encontro foi a Saúde da população LGBT. O documentário “Bichas” (criado, dirigido e editado por Marlon Parente) foi o disparador para a apresentação e discussão sobre a Política Estadual de Saúde Integral da População LGBT. Esse debate contou com a presença de dois Residentes em Saúde Coletiva, Narelle Moraes, do Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP), e Elieudes Santos, da SESAU – que estão vivenciando seu estágio em serviço na Coordenação Estadual de Saúde Integral da População LGBT. 

Além do filme, foi utilizado como recurso pedagógico o “Jogo da Iniquidade”, que foi elaborado pelos residentes convidados. O jogo é interativo e busca provocar os participantes à reflexão sobre como a população LGBT é acolhida nos serviços que compõem as redes de atenção à saúde municipal e estadual.

As referências foram os autores Ceccim e Dallegrave (2018) quando definem 

“Encontros de Aprendizagem é assinalar a relevância de captar a (ou deixar-se apanhar pela) potência das aprendizagens provocadas pelos encontros. Encontros podem ser com pessoas, com objetos ou com cenários. O cotidiano do aprender em serviço agrega, além dos signos (que podem ser plurais) de uma aula, os signos do trabalho e sua multiplicidade de ofertas, violentam o pensamento e provocam o ato de criação”

Ao final, uma espiral de emoções se fez presente, permeada pela empatia frente ao preconceito e a negação da cidadania, pela satisfação do debate e pela inspiração para a resistência e luta.

O Encontro deixou a certeza de que tem muito a ser desenvolvido nas rotinas dos serviços. Nesse sentido a integração entre os diferentes setores na SES é cada vez mais urgente.

Depoimentos:

“Tenho um orgulho gigante de ter feito parte desse momento e somar forças a essa luta”. 

Izabella Santos
(Residente da SESAU)


“Foi um momento único de reflexões que, a partir da concepção de uma espiral, vivenciamos o sofrimento do outro durante o caminhar pela busca de um direito básico de cidadania: a saúde. Momento esse que ficará marcado na minha formação”

Camila Mendes
(Residente da UPE)


“Participar do primeiro encontro de aprendizagem foi uma experiência incrível! É importante que espaços como esse existam para discutir temáticas que, ainda que sejam transversais, são pouco abordadas e que precisam de uma maior atenção para garantir o acesso ao SUS com qualidade, fortalecendo o sistema.”

Mariana Gomes
(Residente da SESAU)









A ESPPE promoveu, nos dias 06 e 07 de fevereiro, um alinhamento pedagógico com os profissionais que irão ministrar aulas nas turmas do Curso Técnico em Vigilância em Saúde (CTVS), em Arcoverde e Ouricuri. 

O alinhamento tem como propósito contribuir no planejamento das aulas e apresentar as diretrizes técnicas e pedagógicas do curso. 



Os instrutores irão ministrar as seguintes disciplinas:

Vigilância de Produtos para saúde (I e II).

Programa Nacional de Imunização

Vigilância em Saúde do Trabalhador


A Secretaria Estadual de Saúde (SES) divulgou, nesta sexta-feira (08/02), o resultado preliminar do credenciamento de instrutores para o Curso Técnico em Hemoterapia da Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE) que está sendo realizado na VIII Região de Saúde.

Os candidatos poderão interpor recurso contra o resultado preliminar no período de 09 a 11/02 de 2019, acessando o formulário eletrônico, disponível no site http://ead.saude.pe.gov.br


A Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES/PE), através da Secretaria Executiva de Gestão do Trabalho e Educação na Saúde (SEGTES), torna público Edital, cuja finalidade é credenciar instrutores, como prestadores de serviço para o Curso Técnico em Hemoterapia que está sendo ofertado pela Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco (ESPPE), garantindo assim a continuidade das ações de Educação Permanente para os profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) no estado de Pernambuco.


Acesse o edital e demais documentos do Credenciamento pelo link: http://ead.saude.pe.gov.br/mod/page/view.php?id=4407


Residentes do Programa de Residência Multiprofissional em Atenção Hospitalar com Ênfase em Gestão do Cuidado participaram do curso de atualização sobre Atendimento em Parada cardiorrespiratória - suporte Básico e Avançado, promovido pelo Hospital Regional Dom Moura, no dia 21 de dezembro, no município de Garanhuns. 

O curso foi ministrado pelo mestre em Saúde Humana e Meio Ambiente e especialista em Enfermagem em Urgência e Emergência, Bruno de Luna Oliveira. Além dos residentes, participaram também enfermeiros e técnicos de enfermagem de setores assistenciais da Unidade. 

Durante o curso, o facilitador trabalhou com os participantes a parte teórica e prática relacionada à assistência e o atendimento em parada cardiorrespiratória.